Nome: Marcelo Fernando Pinheiro Veiga

Apelido: "Marcelo Piloto" "Celo"

MANDADO DE PRISÃO

ORIGEM

PROCESSO

EXPEDIÇÃO

30ª V C  Capital/RJ 001.075421-8/1997
30ª V C  Capital/RJ 00970010754218/1997  

Comarca da Capital

0085595-13.2010.8.19.0001

11/03/2010

Nascimento:  08/05/1975
RG: 103943601
Natural:  Rio de Janeiro

Recompensa: R$ 2 mil

  Traficante

Situação: Foragido -  Instituto Penal Edgard Costa

Crime:  Associação para a Produção e Tráfico e Condutas Afins (Art. 35 - Lei 11.343/06)  

Facção: Comando Vermelho
Área de Atuação: Inhaúma, Ramos, Penha

Histórico: Marcelo Fernando Pinheiro Veiga, o Marcelo Piloto ou Celo, de 33 anos, traficante foragido do Instituto Penal Edgard Costa, em Niterói, e ligado à facção Comando Vermelho, foi identificado pelas vitimas como um dos participantes e líder dos arrastões ocorrido na Avenida Martin Luther King Jr., em Inhaúma, na manhã desta segunda-feira, dia 26/07. Piloto, que possui antecedentes criminais por tráfico de drogas e roubo, e processos na 30ª Vara Criminal, também foi identificado pelas vítimas do arrastão que ocorreram na sexta-feira, às 07:20, na saída 8 da Linha Amarela, em Bonsucesso, e no mesmo dia por volta das 9h, um segundo arrastão teria sido praticado pela quadrilha do traficante, na saída 5 da Linha Amarela, em Del Castilho. Marcelo Piloto é o chefe do tráfico de drogas das favelas Mandela I, II e III, no Complexo da Maré. Em relatos na 21ª DP (Bonsucesso) e na 44ª DP (Inhaúma), as vítimas contaram que os assaltos foram rápidos - dois minutos cada, no máximo. O traficante, que controla os pontos de drogas do Mandela, costuma promover bailes funks na comunidade, impulsionadas pelas vendas de drogas na comunidade, e circula nas imediações da favela com carros e motos roubadas. Costuma andar com seguranças e armado de pistola e fuzil. O Disque-Denuncia oferece uma recompensa de R$ 2 mil reais por informação que levem este criminoso para cadeia. Ligue (21) 2253-1177. O Anonimato é garantido.

CUIDADO! SEMPRE ARMADO E PERIGOSO!

LIGUE PARA O DISQUE-DENÚNCIA.